Impulso final para o Estudo de Doença de Parkinson de Luxemburgo

O Centro Nacional de Excelência em Pesquisa de Doença de Parkinson (National Centre for Excellence on Research on Parkinson's Disease – NCER-PD) conduz o Estudo de Doença de Parkinson de Luxemburgo, onde pessoas com e sem a doença concordam em ter especialistas a monitorar seu estado de saúde regularmente.

Esses voluntários participam de exames neurológicos, permitindo especialistas analisarem padrões de movimento e testar atenção, memória, linguagem, visão e olfacto. Eles também doam pequenas quantidades de sangue, saliva e urina. Os cientistas querem utilizar estes exames regulares (anualmente para os pacientes e a cada quatro anos para participantes saudáveis) para identificar marcadores moleculares que podem ser utilizados para prever o aparecimento da doença de Parkinson, permitindo o diagnóstico mais cedo. Esse estudo visa estabelecer as bases para novas terapias individualizadas para a doença de Parkinson.

A pesquisa do programa NCER-PD visa gerar benefícios para os pacientes e melhorar sua qualidade de vida. Como diz o coordenador do programa, Prof. Rejko Krüger, “Estamos a convidar a maioria das pessoas afetadas pela doença de Parkinson do Luxemburgo e da Grande Região a participar na nossa pesquisa. No futuro, compartilharemos com eles resultados positivos, como melhores diagnósticos ou novas terapias.”

Precisamos de 200 novos participantes com ou sem doença de Parkinson

Desde 2015, pesquisadores do NCER-PD recrutam participantes com grande sucesso. Até hoje, mais de 1400 pessoas com e sem doença de Parkinson decidiram contribuir para o estudo. "Em nome de toda a equipa, quero expressar a minha gratidão a todos os participantes", diz Krüger. “Até o final de 2019, nosso objetivo é alcançar 800 voluntários em cada grupo, totalizando 1600 participantes. Por isso, estamos ansiosos por receber mais 100 pacientes com Parkinson e 100 pessoas saudáveis no nosso programa até final de novembro." Estes números são necessários para que os pesquisadores possam tirar conclusões científicas equilibradas e robustas. Para o grupo de controlo, são necessários homens com mais de 65 anos, em particular, para permitir uma comparação óptima com o grupo de pacientes.

Naturalmente, as portas do NCER-PD também permanecerão abertas para as pessoas que forem diagnosticadas com Parkinson após 2019. Eles poderão ainda inscrever-se para exames e participar no Estudo da Doença de Parkinson de Luxemburgo nos próximos anos.

Se estiver interessado em participar no Estudo da Doença de Parkinson de Luxemburgo, contacte a equipa do NCER-PD: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou +352 4411 4848.